Este é o meu ponto de vista!

sábado, 10 de abril de 2010

Stress e ônibus, tudo a ver.

A maioria dos brasileiros INfelizmente necessitam do busão pra ir em algum lugar qualquer. O foda é quando você precisa pegar o bendito todos os dias. Ganhar uma carona de um conhecido, realmente, é como achar dinheiro. No ponto de ônibus, sempre tem alguém super impolgado necessitando de uma amizade que puxa assunto com você. E você acaba socializando no ponto de ônibus, vira BFF (best friend forever) de todos. As velhinhas sempre reclamam como está demorado o ônibus, e as mais pessimistas já afirmam que perderam o ônibus. O ruim é quando elas estão certas, pois teremos que ouvir sobre a infância dela até os dias de hoje enquanto o ônibus não chega. Quando você finalmente o vê apontando na esquina sente um alívio e não sabendo que é só o início da sua luta pra chegar ao seu destino. Você vai andando feliz e sorridente em direção a ele e o fdp do motorista simplesmente para a 50 km de distância de você, e todos os mais espertos que já sabem disso, entram na sua frente e lotam o ônibus não deixando sequer uma vagazinha pra você se sentar. Beleza, você entrou no ônibus mega lotado.

Você sempre dá uma vizualizada nas pessoas que estão lá dentro, e você já percebe que alguns também pegam o mesmo horário todos os dias, coitados. Os lugares todos ocupados, alguns fazem questão de se sentar na beirada do banco e deixar o espaço da janela só pra ocupar dois lugares. Porque não colocam logo uma placa dizendo: não sentem do meu lado imbecis! Fora quando eles sentam na janela e colocam uma sacolinha do lado, á vá se lascar, isso me estressa. okay, você manda eles tirarem a droga da sacola, ou arredarem pra você se sentar. Depois que você ta sentado, chega um cara, sabe, bEEm galã, e segura na barra de metal do banco que você está. Reze pra chegar logo se não quizer morrer asfixiada com o cheiro agradável do cara. Teeeenso, muito tenso.

A poluição sonora é som para seus ouvidos, criança chorando, vozes, vozes, vozes e mais vozes que se misturam formando um coral de pobre. Quando eu encontro algum conhecido no ônibus, completa o coral de pobre, porque aí são mais duas vozes acrescentadas. Tenho pena do trocador que tem que ficar ali o dia todo, o motorista nem rasga, fica lá na frente prestando atenção no trânsito. O trocador sempre faz questão de poupar as suas moedas, te perguntando se você tem cinco ou dez centavos pra ele te voltar uma nota. É melhor você ter uma moeda, ou fingir que procurou no bolso, porque o olhar deles quando você diz que não tem, revela: eles odeiam quando você não tem a moedinha. fikadica.

Finalmente chega no destino, aí sim você pode se sentir aliviada, pois a situação em que você se encontra não é nada agradável: uma pessoa que foi obrigada a deixar você se sentar do lado dela, uma pessoa mega “limpa” em pé ao seu lado, e uma falação desgramada. Você se levanta, pede licença pra todo mundo, opa, desculpa, pisei no seu pé. Detalhe, uma vez fui saindo, segurando nas barras de metal, e minha mão simplesmente embolou num cabelo cacheado (sim, estou sendo generosa falando cacheado). Eu comecei a puxar o dedo pra me livrar, a mulher olhou pra mim e não disse uma palavra, mais a cara dela de quem queria me esganar até a morte dizia tudo. Quando você chega e finalmente vai se aproximando da porta (luz no fim do túnel) percebe as pessoas felizes e sorridentes dizendo obrigada ao motorista, que geralmente se sente um super-homem ao falar 'por nada'. Só nos seus melhores dias mesmo pra dizer obrigada ao motorista. O ego e bom humor tem que estar bem elevado, o que é meio difícil, depois de toda a batalha já descrita.

Sempre tem uma senhora que anda bem devagar na sua frente. A luz que você enxerga no fim do túnel já te dá uma acalmada e faz com que você espere e também caminhe pacientemente no corredor de pessoas nada simpáticas. E finalmente, você coloca um pé pro lado de fora, e depois o outro. Ufa! Vai, vai embora logo veículo desagradável, volta pro mar oferenda. Sim, é o fim de mais uma trajetória que se repetirá no dia seguinte, e nos próximos também.

22 comentários:

Gambiarra disse...

Não ligue para o sofrimento no onibus , afinal tudo na vida é passageiro, menos o motorista e o cobrador.

Débbiie disse...

" Reze pra chegar logo se não quizer morrer asfixiada com o cheiro agradável do cara."

meew, TERRÍVEL voceê pegar um busão assim; me lembro bem um dia que peguei um que o cara não tinha passado desodorante não viu pqp, o onibus inteiro cheirava o perfuminho dele/HUAHUAHUHAUHUHH.

Adorei muito seu blog, muito lindo florzinha.

te seguindo viiu!

Juuh disse...

HAUHSUHA, me diverir leendo, tõ lendo a minha propria historia, sofro isso tdos os diias e dificil :/

sorte segunda-feira no onibus, beeeijos

Marcelo :D disse...

tõ lendo a minha propria historia, sofro isso tdos os diias e dificil +1
eu tenho que ir pro colégio de onibus. é horrivél;. Adorei seu texto *-*

Kellynha disse...

kkkkk..é exatamente isso que acontece, melg-suz! é um sofirmento msm!
Amei o blog, parabéns!
Já estou seguindo!
Beijos
Kelly,
www.vieouviporai.blogspot.com

Ivo Serentha and Friends disse...

My compliment for your blog and pictures included,I encourage you to photoblog

CLICK PHOTOSPHERA

Even week another photo album

Greetings from Italy,

Marlow

Laís Ferreira disse...

Escreve muito bem. Realmente, andar de ônibus é um caos.
Gostei da charge.

Tereza disse...

andar de onibus... niiiiiiiiinguem mereçe, gostei do post
http://blogueandoretardadamente.blogspot.com/

Victor Faria disse...

Já fiquei 1h, 1h30min e até 1h40min no ponto esperando um certo ônibus ônibus (300) aqui no Rio.

John disse...

erreeroieroieroierioerioerr;.
euri mas é a pura verdade. verdade infeliz.

@DaniloMooreira disse...

Adoro esses post que homenageiam a clase media do nosso pais kkkkkkk muito hilario tudo isso

da uma passada ae http://etudosobrevc.blogspot.com/

Willian disse...

Bem legal este post...realidade de muita gente...eu tava pensando isso outro dia, mas relacionado a metrô e não ônibus.
Sabrina...você acredita que já estourei a cordinha que tinha antes, pra dar o sinal pro motorista parar?! rsrs...na verdade já estava meio solta...aí quando puxei veio ela toda na minha mão..rsrs
O povo ficou olhando com uma cara...

Juliana Mendes disse...

poxs, nem me fale...
ir p facu...
de manhã cedinho..
p mim nem é tanto pq pego ele no final de linha, nunca vou em pé...
mas sinto pena dos que vão...
:S
eu tenho um prof. que eh fissurado em onibus... qqr tipo de dado estatistico de exemplo ele fala sobre onibus.
mania..
:S

no que eu puder evitar pegar essa pohha, eu evito!! Já ouvi cada história de onibus, que vc nem queixa saber...

bjos

Keizy Barreiro disse...

Adoro andar de bus, é bem divertido, ver pessoas diferentes, escutar coisas que vc só escutaria dentro do onibus...quer coisa melhor?kkkkkk

Luan Silva disse...

Nem me fale em ônibus, pego todos os dias varios, pra ir pra faculdade..kkkk.. Deus me livre!

Luiza Shaddix disse...

putz a ultima vez q andei de onibus eu era criança kkkkkkkkkk odiava tbn vo seguir seu blog segue o meu =)

Emi disse...

Ai, caramba, ônibus é, no mínimo, desesperador! KKKKKK Mas fazer o que quando a gente não tem outra saída, né?
Obrigada pelo comentário, flor! Volte sempre que puder!
Beijoos

C. disse...

Descreveu muito bem uma situação tão comum! Haha, adorei :D

Marujo da Net disse...

ONIBUS EH TENSO! pior ainda quando se tem criancinhas abençoadas e felises pulando, gritado fazendo algazarra e consequentemente esbarrando, empurrando você e pisando no seu pé! TENSO!

Victor disse...

Gostei muito da matéria!
Eu posso colocar no meu blog?

Eu prometo que deixo os créditos!

Daniel Silva disse...

gralas a deus hoje tenho carro e não ando mais de ônibus. uma tortura!

makesmile disse...

ônibus é a passagem pro inferno 0.0

credo é mto ruim / orincipalmente qndo tá lotado !:p


Designed by
Blog Need Money | Distributed Deluxe Templates